A sensibilidade ou as coisas do espírito estão hoje acentuadas como se aquilo que intuimos, sabemos sem saber como, apreciamos como arte, adivinhamos na natureza  ou fantasiamos sem dificuldade nos abrisse as portas para, em vez de ficarmos a navegar no difuso, fossemos capazes de, assim, fazer algo de concreto, materializar os sentidos e exercer um controlo construtivo sobre o desejo de escape. É como se fosse possível…conciliar o coração as nuvens e os pés na terra, agarrar o momento e construir uma nova realidade. É a Lua conjunta a Neptuno em Peixes, em sextil ao Sol em Touro e a Plutão em Capricórnio e oposta a Júpiter em Virgem que permite a simpática combinação de emoções e matéria, com sucesso garantido hoje e amanhã com um trígono do Sol a Júpiter e um sextil de Mercúrio retrógrado em Touro a Quíron em Peixes.  A chamada de atenção que permite que tudo se encaixe com bom senso é feita por Saturno em Sagitário. Um bom dia para tornar os sonhos realidade..

A tela é do francês Henri Matisse, ” O quarto vermelho”.

astro_w2gw_28_carta_do_dia.57060.27971

 

 

Anúncios