Por Clara Days:
Palavras-chave: Dualidade; polaridade; conciliação; confiança.
Os Enamorados, ou Amantes (também designados no singular) trazem-nos a união dos contrastes, aqui representados pela polaridade entre o masculino e o feminino. Trata-se de uma carta bastante positiva, se aquilo de que estivermos à procura for a responsabilidade por sermos felizes. Ela leva-nos para as escolhas, entre o seguro e o inesperado, o antigo e o novo, o conhecido e o desconhecido.
O conceito original dos Amantes é muito profundo, pois esta carta não representa o amor mundano entre duas pessoas. Ela na verdade representa as dualidades de um único indivíduo empenhado na busca do Amor Universal. Alistair Crowley chegou a propor que a carta se designasse, alternativamente, Os Irmãos. Com efeito, as energias duais que os Amantes se propõem unir são iguais e opostas, complementares, ou seja: gémeas, cara e coroa.
Este arcano 6 carta convida-nos a fazer escolhas, a experimentar opções. Pede também que procuremos harmonizar os nossos contrastes internos e aceitemos entregar-nos àquilo que amamos – e que pode ser uma paixão, uma causa, um sonho, a nossa carreira profissional. O Amor de que aqui se fala vai mais longe do que o que une duas pessoas.
O que é que realmente desejamos? Podemos seguir o que nos dita o coração? Da dúvida à decisão, a energia dos Amantes conduz-nos por um caminho que concilia o que aparentemente se opõe, encontrando nessas diferenças a sua força. É a carta da diplomacia, no seu sentido mais nobre.
Pólos opostos atraem-se e complementam-se. Entendê-los como verso e reverso da mesma realidade retira-lhes a componente conflitual: não se trata de ganhar ou perder, antes de unir sem desvirtuar, cada oposto enriquecendo o seu contrário.
As imagens das cartas trazem-nos um casal simbólico, homem e mulher que se encontram face a face. Há quase sempre uma terceira personagem (às vezes uma quarta), que surge como um facilitador, um intermediário, Cupido ou casamenteira, o diplomata da situação. Os dois, por vezes, são crianças, e, adultos ou pequenos, mostram-se frequentemente desnudados, disponíveis a conhecer-se, a entregar-se. Elementos simbólicos de divindade e protecção acompanham este encontro.
Em Astrologia, este arcano maior 6 corresponde mais consensualmente a Gémeos, mas nalguns baralhos a associação é com Touro. A letra hebraica que lhe está associada é ZAIN ou ZAYIN, a espada. O seu título esotérico é “O Oráculo dos Deuses Poderosos” ou “O Filho da Voz”.
Que escolhas nos serão colocadas pela frente? Que dilemas temos e devemos resolver para que a nossa vida emocional fique mais serena? Independentemente do tipo de decisões que teremos de tomar, não nos vamos esquecer que a carta desta semana nos ajudará a tomar a mais correcta.
Olhemos para a nossa vida e procuremos nela o que melhor representa a nossa essência, aquilo que merece atenção e devoção. Passar pela vida sem perseguir um sonho é um desperdício do nosso Amor.
Arrisquemos procurar a felicidade.

Clara Days
Imagem: Tarot Dorati dei Visconti – versão moderna de uma representação ancestral.

Anúncios