Hoje pela tarde é através dos contactos, relações, negociações ou mesmo posições duras que podemos testar em que pé de igualdade nos posicionamos e que satisfação ou equilíbrio conseguimos tirar desse confronto com as posições alheias. Há a forte possibilidade de, ontem e hoje de manhã, com a Lua em Virgem, termos feito todo o trabalho de análise, contabilidade, organização dos factos e agora, com a Lua em Balança a aproximar-se de uma conjunção a Júpiter há que testar a resposta ao esforço expondo abertamente o intuito de harmonizar posições custe o que custar. A conjunção de Sol e Mercúrio em Escorpião e a conjunção dos seus regentes Marte e Plutão em Capricórnio obriga a mudar muita coisa, indo ao fundo das questões mas enquanto a Lua estiver em Balança, procuramos fazê-lo em paz, até que fique demonstrado que não é possível e algo ou alguém tem de ceder ou perder – o que deverá acontecer quando a Lua fizer quadratura a Plutão e a Marte, na sexta-feira. Vénus, regente da Balança, conjunto a Saturno em Sagitário até ao final da semana dá o enquadramento, limites e responsabilidades face ao que queríamos valorizar, seja material seja amorosamente- nada será como desejávamos mas tudo será mais real e ordenado. 

astro_w2gw_28_carta_do_dia-79105-40000

Anúncios