Tudo está a tornar-se cada vez mais sério e a exigir maior responsabilidade e organização das ideias ou das coisas mas, em simultâneo, as emoções perdem-se num mar de sensibilidade ou escapismo. Queremos usar a lógica mas é difícil combinar racionalidade e impulso e as discussões sem saída são uma consequência disso. É o Sol a dois dias de uma conjunção exacta a Saturno em Sagitário que impele a uma abordagem séria e a longo prazo dos planos de expansão pessoal ou profissional, da aprendizagem ou dos negócios, sem espaço para jogadas em falso ou encantamentos. Mas a Lua está-lhes em quadratura hoje, em Peixes, entre Neptuno e o Quiron o que traz um excesso de emoções vindas de tudo o que captamos em redor, incompatível com a frieza necessária. Mercúrio em Capricórnio contribui para a exigência de racionalidade mas uma semi-quadratura a Marte em Aquário torna difícil dizermos a coisa certa sem demasiado enfâse e riscos de incompatibilizar meio-mundo. A chave do dia está mesmo num máximo de restrição e organização para conseguimos mudar o que tem de ser mudado com planos bem estruturados, devido ao semi-sextil do Sol e Saturno em Sagitário, a Plutão em Capricórnio. Com Júpiter em Balança a harmonia nas relações é o que pode trazer sucesso.

Tela de Andy Cap

astro_w2gw_28_carta_do_dia-55614-23942

Anúncios