A dispersão da manhã transforma-se em ansiedade, pela tarde, a menos que sejamos capazes de aceitar viver com alguma insegurança e instabilidade, sem esperar que família ou raízes nos compensem a sensibilidade. É a Lua que depois de, em Cheio, na madrugada ter iluminado a necessidade de escolher um caminho de responsabilidade pessoal, passa de Gémeos para Caranguejo depois de almoço, GMT onde nos força a olhar para as dependências emocionais ou outras de que temos de nos livrar, por vontade própria ou porque nos tiram o tapete ou porque realizamos que temos de dar e não apenas esperar receber amparo.  Mas o dia é bom para, com um rasgo de dádiva termos algum sucesso graças ao quintil de Vénus em Aquário a Urano em Carneiro. Mercúrio continua a aproximar-se de Plutão antes de entrar retrógrado no próximo dia 20 e sente-se já as complicações do costume como atrasos, confusões, necessidade de reformular estruturalmente os processos de comunicação como mudar de computador, telemóvel ou servidor de rede. Na conjunção a Plutão são segredos que se revelam porque o trânsito pede uma descida às entranhas dos processos e talvez nos aproximemos por isso de novos dados sobre  a questão da interferência russa nos sistemas de informação dos EUA e dos servidores de Trump.  Saturno e Urano estão em trígono em signos de Fogo, com Júpiter em Balança em aspecto o que nos mostra como pano de fundo que é preciso tomar iniciativas e agir com bases jurídicas e contar com apoios de quem for aliado.

astro_w2gw_28_carta_do_dia-51328-15122

Anúncios