O ano acaba com sentimentos contraditórios já que por um lado temos expectativas das relações, dos grupos, do mundo e por outro acontecem perturbações ou temos dúvidas sobre como se vai tudo desenrolar. A Lua está em Aquário em quadratura a Júpiter em Balança e Saturno em Sagitário em quadratura a Quíron em Peixes, dois aspectos que criam tensão entre as emoções e as respostas externas. No entanto, persiste o trígono de Saturno a Urano em Carneiro que estabiliza pensamento e acção ao mesmo tempo que se mantem também ainda o sextil entre Sol em Capricórnio e Marte conjunto a Neptuno em Peixes, ângulos que iluminam a esperança de podermos vir a realizar sonhos e que inspiram acções abrangentes, amorosas, criativas, espirituais. O Sol vai a caminho de uma conjunção a Plutão dentro de uma semana e quanto melhor nos prepararmos para largar amarras do passado melhor começaremos 2017, uma ano de transição para os primeiros passos de uma nova ordem em 2018, ano em que Saturno entrará em Capricórnio e Júpiter em Escorpião.

astro_w2gw_28_carta_do_dia-70051-7550

Anúncios