As emoções pedem reconhecimento, actos criativos ou chamadas de atenção mas só no sábado é que estabilizam porque estamos até lá a estruturar ideias e relacionamentos, articulando esses princípios com o impulso de iniciativa individual. É preciso produzir algo, sair de nós próprios mas isso é mais fácil amanhã  quando a Lua em Leão  fizer um grande trígono de Fogo a Urano em Carneiro e a Saturno em Sagitário, -ambos ligados por oposição e sextil a Júpiter em Balança, – que estimula dramatismo e nos leva a tentar ser o centro das atenções enquanto os restantes planetas nos aconselham a ter ideias claras sobre como equilibrar individualismo e parcerias. Tudo será mais interessante se o sentido prático se sobrepuser às emoções com a ajuda do trígono do Nódulo Norte em Virgem a Mercúrio recém-entrado em Capricórnio onde também se encontra Plutão e o Sol. Definir como transformar, melhorar, ter mais controlo das estruturas partilhadas só é possível pensando a longo prazo, sem pressa mas com muito pragmatismo. Dias bons para quem quiser mostrar do que é capaz e como o seu sonho inspira a vida, com o apoio da conjunção de Vénus a Neptuno em Peixes.

Fotografia de Alfred Stieglitz, 1912 ” The Mirror”

astro_w2gw_28_carta_do_dia-60486-18601

Anúncios