Na ressaca da Lua Cheia, eclipse e passagem do cometa, temos este fim-de-semana de atender às pequenas coisas que nos vão permitir seguir em frente sejam quais forem as consequências das grandes energias postas em marcha. A Lua sai de Leão e entra em Virgem onde ao longo de sábado e domingo faz uma série de aspectos que ajudam a analisar a nova situação, organizar assuntos enquanto imaginamos o futuro ideal, tratar da saúde, ser útil, re-pensar a ordem en que estamos inseridos, com uma conjunção ao Nódulo Norte, uma oposição a Neptuno em Peixes e um trígono a Plutão em Capricórnio.
Há de facto muito que fazer e este fim-de-semana não é de descanso mas pode ser agradável graças a encontros, contactos, abertura de horizontes graças a quem nos rodeia com o Sol em Aquário em trígono a Júpiter em Peixes, mais exacto no domingo mas a fazer sentir a sua influência desde sexta até ao inicio da próxima semana. Este é um bom aspecto para encontrar apoios sociais, fazer coisas novas com amigos, descobrir um novo lugar no mundo, ultrapassados os teste do eclipse em que que tivemos de mostrar quem éramos, como nos situávamos, do que somos capazes, desafiados por eventos. Em resumo, é um fim-de-semana para deitar mãos á obra, ser eficiente e generoso. Um sextil de Marte e Vénus em Carneiro a Mercúrio, regente da Virgem, em Aquário faz com que a lógica dos gestos tenha mais impacto.

Fotografia, mãos e dedal de G. O´Keefe por  Alfred Stieglitz (1864 – 1946)

astro_w2gw_28_carta_do_dia-58067-6495 astro_w2gw_28_carta_do_dia-58081-7089

Anúncios