No final da semana temos o último eclipse da série Peixes/Virgem ao mesmo tempo que Urano e Marte ficam explosivamente conjuntos. Estamos por isso, até lá, a caminhar para esse portal de mudança, mais ou menos conscientemente a preparar-nos para dar um qualquer salto que nos eleve para uma nova organização de vida. Depois do empenho ou entusiasmo de ontem com a Lua em Sagitário, hoje, a sua entrada em Capricórnio e sextil ao Sol mostra o muito que há que estruturar para atingir o sonho, ao mesmo tempo que uma semi-quadratura do Sol em Peixes a Plutão em Capricórnio revela a fricção entre o passado e o futuro, entre o conforto do que é conhecido e o esforço de atingir novos patamares de realização. Mais ainda, um sesquiquadrado de Plutão ao Nódulo Norte e a conjunção do Sol ao Nódulo Sul aumentam ainda mais a resistência a tratar do que tem de ser feito com pragmatismo e dedicação. Um sextil de Mercúrio em Aquário a Urano em Carneiro permite pensar diferente e arranjar soluções originais mas sempre contando com apoios vários devido ao trígono a Júpiter em Balança. Há que ver todas as possibilidades e pensar antes de agir.  Esse é o maior dos desafios da semana: ser capaz de manter a serenidade e o sentido do correcto ou do serviço, face aos impulsos radicais, egocêntricos que resistem à necessária mudança ou que precipitam consequências caóticas. Mudar vai ser inevitável e há que controlar o controlável que são as nossas próprias emoções.astro_w2gw_28_carta_do_dia-47250-21049

Anúncios