Dia para ser racional, calmo, pensar a longo prazo o que se pretende e com quem se pode contar, apesar dos contratempos ou repentes que possam surgir. A tentação para agir subitamente, voluntariosamente, independentemente pode ser grande mas é preciso contrariar os ímpetos da conjunção de Marte a Urano que vai prolongar o estado de tensão mais uns dias. Para amenizar essa dissonância entre o que queremos urgentemente e o que depende ou beneficia dos relacionamentos – que é a oposição de Marte/Urano a Júpiter em Balança – temos de nos concentrar no sextil de Mercúrio em Aquário a Saturno em Sagitário. É este aspecto que nos traz a oportunidade de conseguir ir mais longe, ser ouvido por mais, inovar, projectarmos as nossas capacidades intelectuais ou práticas ao serviço de qualquer coisa nova, com base em ideias claras sobre o que pretendemos para o futuro, qual é a nossa verdade pessoal que temos de exprimir nos relacionamentos profissionais, estruturais. Pelo final da tarde a Lua sai de Capricórnio e entra em Aquário reforçando a importância da inovação, interesse pelo mundo ou grupos afins. Estamos a dias do eclipse e Lua Nova em Peixes, conjunta ao Nódulo Sul, e nesse cenário que persiste da agressiva conjunção de Marte a Urano, temos de escolher com discernimento o que está nas nossas mãos fazer para melhorar condições, deixar velhos hábitos ou facilidades e embarcar num rumo que dê sentido prático ao sonho. Há mundos novos por descobrir e estes trânsitos permitem a gestão desses processos.

astro_w2gw_28_carta_do_dia-47285-22046

Anúncios