A manhã é bem diferente da tarde e o que as separa é o arrumar das ideias e a separação entre a lógica e as emoções. Até entrar em Caranguejo, a Lua, em Gémeos mostra-nos ainda as várias hipóteses, diálogos ou negócios em aberto. Quando, pelo meio-dia se opõe a Saturno e Sagitário, em sextil a Marte em Carneiro e ainda em bons aspectos a Urano e a Júpiter, faz-se uma síntese, percebemos o caminho, estamos prontos a passar a uma nova fase que vem pela tarde com a Lua no signo do Caranguejo, a avançar para aspectos de trígono até amanhã, a Neptuno, Mercúrio, Sol e Quíron em Peixes mas também a activar uma quadratura a Urano e uma oposição a Plutão. Resultado, tomamos iniciativas que correspondem a ideias arrumadas e podemos começar a sonhar com uma nova realidade mas isso implica alguma tensão já que se vislumbram rupturas com o passado e uma nova organização de bens e estruturas. Por isso, podemos aproveitar a manhã para acabar de recolher os dados para, pela tarde, pensarmos como vamos ter segurança num novo quadro, a caminho de amanhã em que já vamos ter de encarar impactos das opções tomadas. Como no final da semana Vénus fará conjunção a Urano e quadratura a Plutão, há que estar atento ao que queremos ganhar e o que estamos prontos a largar para que isso aconteça.astro_w2gw_28_carta_do_dia-47647-31228

Anúncios