Há muito trabalho a fazer, muito detalhe a atender, muita organização, que devem ter como objectivo resolver, com inteligência prática, a restruturação de valores em curso. O que queremos possuir e valorizar  – com o Sol em Touro em trígono a Plutão em Capricórnio –  deve ser visto à lupa da Lua em Virgem de forma a que, com os rasgos de Mercúrio e Urano em Carneiro, possamos libertar as energias e capacidade de acção original –  mas com a visão a longo prazo que o trígono a Saturno em Sagitário permite – para liderar processos de que vamos beneficiar materialmente, restruturando o que temos, o que partilhamos ou o que podemos adquirir. Sabemos o que queremos graças à Vénus em Carneiro, estamos prontos para discutir como proceder com Marte em Gémeos e com o resultado esperamos ultrapassar carências antigas num tempo de lavagem de feridas até 8 de Maio em que Quíron está em quadratura a Saturno.  Um dia bom para com os pés na Terra tratarmos de questões materais, sem hesitação.

Anúncios