Encontros inesperados, surpresas nos relacionamentos, quebras de rotina na paz das coisas é o que nos espera no sábado e consequentemente, no domingo o que mais desejamos é restabelecer o controlo das situações, relações, bens e poderes. No sábado, a Lua em Balança, depois da quadratura a Plutão em Capricórnio, faz oposição a Urano em Carneiro e trígono a Vénus em Gémeos o que nos proporciona as alterações à rotina porque algo de diferente vem ter connosco ou nós mesmos o procuramos, com Marte e Sol conjuntos em Leão a estimular a afirmação da nossa identidade. No domingo, a Lua entra em Escorpião, tornando todas as emoções mais intensas porque sentimos que algo escapa ao nosso domínio e isso é factor de perturbação, mais ainda porque desde a véspera Vénus está em quadratura a Quíron em Peixes acentuando insatisfações, sentido de desamor ou falta de compreensão. É possível que sejam as nossas próprias oscilações que provoquem essa carência de eco já que Vénus também faz sextil a Urano e Mercúrio em Virgem, regente do Gémeos onde Vénus se encontra está em sesquiquadrado a Plutão. Se formos demasiados críticos ou dispersos nos detalhes a organizar ou negociar não chegamos a lado algum.

Imagem de Lauren Alisse Mills

Anúncios