A semana começa com  um  mar de contactos, relações sociais, descoberta do que nos faz sentir parte de um grupo mas não podemos esquecer a nossa própria individualidade nem submeter a auto-estima à avaliação colectiva, com  a Lua em Aquário, oposta a Vénus em Leão, trígono a Júpiter e conjunta ao Nódulo Sul. O trabalho e a organização do serviço são certamente o foco das energias e sentimos a tensão entre as ideias e a prática, num crescendo esta semana até à quadratura exacta do Sol em Virgem a Saturno em Sagitário. A chave está em encontrar as terceiras vias que resolvam conflitos, através de iniciativas originais depois da revisão do que estiver na mesa, com Urano em Carneiro em trígono a Marte, Mercúrio retrógrado e Nódulo Norte em Leão. O resultado vai ser visível  no final da semana quando o Sol fizer trígono a Plutão em Capricórnio e todo o trabalho, atenção e descodificação que fizermos até lá, der frutos que se traduzam numa nova partilha de bens e poderes, organização estrutural, força transformadora das bases em que estamos inseridos. Há que, desde hoje, encontrar soluções viáveis para o grupo a partir da acção individual. Um por todos, todos por um.

Anúncios