Desejamos o equilíbrio das relações, situações claras, bem definidas, a paz assente em contas certas, no respeito de quem somos ou como desejamos vir a ser. Mas há sentimentos profundos ou revelações que perturbam os equilíbrios, sombras que se projectam na paz ambicionada. No amor, dinheiro, diplomacia ou justiça são intensos as emoções que vivemos com os aspectos da Lua em Balança quadrada a Plutão que também recebe uma sesquiquadratura de Vénus- regente da Balança – em trânsito em Virgem. A ansiedade é também exacerbada pela sesquiquadratura de Mercúrio em Virgem a Urano em Carneiro, devido à tensão entre a razão – que pede o atendimento ao detalhe – e o impulso de liberdade para partir numa nova direção. Começamos assim o novo ciclo lunar que ontem abriu em Virgem, a desejar paz e tranquilidade para prosseguir com os trabalhos em mãos a que queremos atender com dedicação e discernimento mas temos de evitar ser perturbados por impulsos libertários em que o individualismo se sobreponha ao sentido de serviço a uma causa maior ou simplesmente às obrigações do quotidiano. Vamos sozinhos ou acompanhados?

Anúncios