Só podemos contar com a intuição hoje para nos guiar em águas turbulentas, vagas de emoções que pedem uma análise clara e detalhada, difíceis de avaliar e que prolongam os desequilíbrios das relações que tanto queremos restabelecer. A Lua em Caranguejo, trígono a Júpiter em Escorpião e a Neptuno em Peixes é o que catalisa uma hipersensibilidade que permite navegar a possibilidade de repensarmos o que partilhamos e como, para satisfazer sonhos e ideais. Mas o Sol e Mercúrio ainda estão, como ontem, em Balança, em quadratura a Plutão em Capricórnio, destabilizando a ordem das coisas e forçando a reformulação de compromissos pessoais, financeiros, políticos que devem ser cuidadosamente trabalhados  com Vénus e Marte em Virgem em trígono a Plutão, com cabeça fria e sem esperar gratificações, pela sua quadratura a Saturno em Sagitário.Um quincúncio de Vénus e Marte a Urano em Carneiro é indício de como todas as iniciativas individuais,espontâneas, de ruptura,  chocam com os pormenores de serviço, uma dificuldade a acrescentar à frustração quadratura de Marte a Saturno.  Em resumo, um dia delicado em que devemos ouvir o instinto para poder fazer caminho na vaga de complicações e frustrações que surgirem na busca de novos equilíbrios na gestão entre que é da nossa responsabilidade e o que queremos partilhar.

Anúncios