Nesta semana de profundos conflitos de interesse, hoje devemos focar-nos em estabelecer prioridades, objectivos a longo prazo e quais as estruturas a construir ou desenvolver que nos vão permitir chegar à meta desejada. A Lua está em Capricórnio depois de dois dias em Sagitário onde os ideais pesaram mais do que a realidade e hoje e amanhã é para a concretização desses horizontes que viramos toda a nossa atenção e sentido prático. A presença de Marte em Balança onde cedo hoje já fez quadratura à Lua faz com que tenhamos bem claro que há laços que terão de ser cortados ou outros estabelecidos a ferros e para tal, o Sol, Júpiter e Mercúrio em Escorpião são sinais fortes de que há uma guerra a travar para alterarmos a ordem ou poderes estabelecidos e redefinir o que é o custo ou benefício de cada qual. O trígono de Mercúrio a Neptuno em Peixes dá-nos a visão, inspiração, fantasia que vai alimentar diálogo e lógica de mudança que já está em curso. De facto, estamo-nos ou devemo-nos preparar para sexta feira e fim de semana quando Vénus em Balança fizer quadratura a Plutão em Capricórnio, tempo de rever alianças e acordos. Amanhã a Lua fará conjunção a Plutão e será com essa reviravolta emocional na forma como encaramos a organização de poderes que mais facilmente vamos aceitar ou promover o que terá de mudar no final da semana. Para já, hoje, vamos falar do que tem sonhamos mudar, ambicionar um futuro com uma nova ordem, definir estratégias e pôr toda a nossa energia no processo.

Detalhe da tela de Egon Schiele, Mulher de joelhos de vestido laranja, 1910

Anúncios