Hoje é um dia em que os sentimentos e a lógica se articulam de forma equilibrada mas é preciso deixar para trás medos, rotinas  e dependências para ter um máximo de proveito da complementaridade do que o coração diz e a mente revela. Há um grande trígono de Água entre a Lua em Caranguejo, Júpiter em Escorpião e Neptuno em Peixes que nos inspira e sensibiliza para regenerar emocionalmente encontrando novos pontos de referência ou amarras. Mas essa evolução só é possível se encararmos a crise provocada pela oposição da Lua a Plutão em Capricórnio responsável pela necessidade de aceitarmos que as estruturas de que dependemos têm de mudar e nós próprios com elas, como se a nossa segurança e poder tivessem de  encontrar novo rumo. O trígono de Mercúrio retrógrado – conjunto a Saturno em Sagitário- a  Urano em Carneiro e sextil a Marte em Balança permite reflectir sobre quais os laços que queremos manter e o que queremos inovar. O trígono do Sol em Sagitário ao Nódulo Norte em Leão é o pano de fundo desta aliança de objectivos entre o coração e a razão porque nos diz que temos de seguir a nossa própria via, verdade, para criar um mundo melhor, pelo menos para nós próprios… Podemos hoje dedicarmo-nos de coração aberto ao nosso destino, revendo objectivos e métodos e aceitando que haverá que lançar novas bases de segurança emocional, familiar, doméstica, nacional, como se tivessemos de voltar atrás para corrigir rumo e poder seguir em frente.

Anúncios