Sentimos este fim-de-semana o conflito entre as grandes ideias e a sua concretização e somos obrigados a grande esforço de concisão na selecção do que fica e do que vai. Tanto sábado como domingo a Lua está em Virgem, atenta a detalhes e á organização do que precisa de ser estruturado conforme a revisão em curso.Isto porque Mercúrio seu regente está retrógrado em Sagitário entre o Sol e Saturno aos quais a Lua faz sucessivas quadraturas ao longo do fim-de-semana. Marte sai de Balança e entra em Escorpião onde fica até 26 de Janeiro a dar toda a força aos processos de transformação das estruturas e bens que partilhamos. Na vida íntima, nos empréstimos, ónus e encargos, nas heranças, nas questões de poder, de vida e de morte, temos de nos descascar, libertar e assumir a nossa verdadeira parte de responsabilidade e empenho, sem medo de cortar a direito nas interdependências existentes, mas com o cuidado de não sermos guiados, nessas opções, pelas sombras do desejo de controlo, ciúmes ou outras dinâmicas menos nobres. É de facto importante reconhecer de forma inteligente o lado negro que nos pode mover para evitarmos seguir essa via. Para isso contamos com um paralelo do Sol a Mercúrio em Sagitário, regidos por Júpiter também em Escorpião que desde Outubro força essa transformação em Luz e Verdade do que até agora faz parte na nossa carência ou compulsão. O quincúncio de Plutão, regente do Escorpião, em trânsito em Capricórnio, ao Nódulo Norte em Leão agrava a pressão interior pela dificuldade que revela em mudarmos do passado para o futuro, de estruturas sólidas mesmo que limitadoras para o caminho da escolha criativa, individual. Como o Sol está em trígono ao Nódulo Norte, este é mais um sinal da importância de sermos honestos e seguirmos a via que acreditamos, sem fantasias, pela quadratura de Vénus a Neptuno, para sarar as velhas feridas que as quadraturas de Mercúrio a Quíron em Peixes nos têm vindo a revelar desde final de Novembro e até meados de Janeiro próximo. Não é um fim-de-semana para relaxar mas sim para dar atenção ao que tem de ser mudado, por dentro e na vida.

Anúncios