Não são dias de festa este sábado e domingo. Antes pelo contrário, são dias de trabalho e mesmo se houver festa serão os preparativos que nos vão gastar a energia sábado todo o dia e domingo de manhã. Só pela tarde de domingo é que estamos disponíveis para nos focarmos nas relações, afectos, equilíbros amorosos sem ter de pensar apenas na organização prática das coisas. Isto acontece com a Lua em Virgem até depois de almoço de domingo em que entra em Balança. Enquanto estiver em Virgem, como faz trígonos sucessivos a Vénus, Sol e Plutão em Capricórnio, dá-nos a possibilidade de ter bons resultados na reorganização ou contabilidade ou cuidado das coisas que queremos estruturar para o longo prazo. E não é coisa pequena que está em  causa melhorar. Marte e Júpiter conjuntos em Escorpião todo o fim-de-semana em sextil tanto à Lua como aos planetas em Capricórnio são indicadores que estamos a ir ao fundo das questões e a levar a cabo uma profunda obra de restruturação do valor de sentimentos ou bens materiais, de acordo com novos ideais e projectos de futuro, mesmo que custe tomarmos rédeas que até agora tinham sido partilhadas ou de situações em que a dependência era mais confortável, pela quadratura de Júpiter e Marte ao Nódulo Norte em Leão e trígono largo a Neptuno em Peixes. Em resumo, um fim-de-semana em que nos devemos dedicar ao que é nosso e que queremos valorizar a longo prazo, seja a saúde, seja a casa, trabalho ou finanças. Mãos à obra.

 

Anúncios