Podemos pensar que temos certezas mas de facto pode haver alguma confusão a que não ligamos por excesso de optimismo ou arrogância. Todos os excessos se pagam caros e por isso há hoje que ter atenção à justiça das ideias que se promove e ao desgaste da bolsa e da imagem. A contenção, reflexão e cálculo de impactos a longo prazo são o necessário contraponto saturnino da conjunção de Marte e Lua em Sagitário em quadratura a Neptuno em Peixes – que promove  entusiasmos e avanços pouco fundamentados – e da quadratura, hoje e todo o fim-de-semana, de Júpiter em Escorpião ao Sol  em Aquário, instigadora do excesso de confiança  a que a semi-quadratura a Saturno em Capricórnio rapidamente chamará a atenção para impôr limites.

A conjunção de Mercúrio em Aquário ao Nódulo Sul e natural oposição ao Nódulo Norte em Leão indica que é dia para não cairmos na facilidade do que nos é  conhecido, com discursos, conversas ou uma lógica de grupo que atrasa a evolução, sendo sim de reconhecer a voz própria e não hesitar em exprimir o que nos distingue do colectivo- depois de boa reflexão.

Imagem:O Pelicano de Robert Rauschenberg

 

Anúncios