Resumo indicativo da semana:

Na Segunda feira a semana começa dominada pelas emoções, sonho, ímpeto de mudar e por isso… mudamos. Mudamos de casa, de hábitos, tradições, raízes, com a Lua em Caranguejo oposta a Plutão em Capricórnio. Há sobressaltos de independência ou surpresas de encontros e desencontros com a Lua em quadratura a Urano em Carneiro mas estamos envolvidos na nuvem de fantasia, sentimentos, emoções, aspirações a mundos melhores com  Sol, Neptuno, Mercúrio, Vénus e Quíron em Peixes, em trígono à Lua em Caranguejo e  a Júpiter em Escorpião, o todo num grande trígono de Água  que inunda todas as áreas de vida de grande sensibilidade.

Todo o resto da semana mantém-se esse enquadramento de sensibilidade, regeneração e reordenação de vida com os planetas em Peixes, Júpiter em Escorpião, Saturno e Plutão em Capricórnio. Podemos sonhar o que podemos reorganizar. Dar forma ao sonho é assim o mote de segunda a domingo mas ao longo dos dias o foco das inquietações vai mudando com o movimento da Lua.

Na terça, a Lua entra em Leão em quincúncio ao Sol em Peixes  e a tensão reside na dificuldade de equilibrarmos passividade e afirmação.

Na quarta a Lua faz conjunção ao Nódulo Norte em Leão, quincúncio a Neptuno, trígono a Marte o que nos obriga a dar a cara pelas ideias, ter iniciativas, tomar o palco e acenar a bandeira do sonhos que queremos concretizar, com a  ajuda de um trígono a Urano em Carneiro no final do dia que nos impulsiona a fazer diferente.

Quinta começa o mês de Março, com a Lua em Virgem, em oposição aos planetas em Virgem. Como vamos tratar de coisas práticas se o sonho não tem limites?

É  esse confronto entre a folha e a floresta, entre a gota e o mar , com que temos de lidar na sexta feira, com a Lua Cheia em Virgem, com a diferença em relação a quinta que, na sexta,  a Lua faz trígono a Plutão em Capricórnio e sextil a Júpiter em Escorpião o que permite que os detalhes do negócio, do processo, do que quer que seja que esteja em  agenda de transformação, possam agora fluir.

Sábado e Domingo, dias 3 e 4 , terminamos a semana com o foco no equilíbrio das relações. A Lua nestes dois dias está em Balança, começando por fazer quadratura a Saturno o que ilumina os limites e responsabilidade dos entendimentos pessoais, financeiros, jurídicos, para no domingo, em quincúncio a Neptuno, nos impedir também de sonhar sem consequência.  Todo este fim de semana é uma depuração, limpeza do que consideramos justo e injusto para nivelar os pratos da Balança quando segunda feira 5 começar com uma quadratura da Lua a Plutão e oposição a Urano: o estrondo da mudança que preparámos na semana que findou…

Fotografia de Rodchenko

 

Anúncios