É difícil hoje não termos surpresas nas relações, despesas inesperadas, impulsos radicais encontros e desencontros libertadores ou perturbadores mas em simultâneo não podemos perder o sentido do que pretendemos a longo prazo e que agora mais do que nunca tem de ser tido em conta, com paciência e perseverança, mesmo com restrições ou responsabilidades óbvias.  Vénus está hoje conjunta a Urano em Carneiro emitindo sinais claros de mudanças nos equilíbrios das relações pessoais, diplomáticas, financeiras que Vénus simboliza- coincide com a expulsão de diplomatas soviéticos na União Europeia- enquanto que Saturno e Marte estão conjuntos em Capricórnio,  quadrados ao Sol em Carneiro, uma panela de pressão que bloqueia as vontades cegas de acção mas que por isso mesmo agrava as tensões mesmo quando se pretende fazer reformas estruturais bem pensadas a longo prazo.  A entrada pela tarde da Lua em Virgem leva-nos a fazer contas e olhar para os detalhes depois dos sobressaltos da manhã e dos últimos dias. Pensávamos que dominávamos a situação com o trígono da Lua no final da manhã a Vénus conjunta a Urano, mas não é assim tão simples. Tudo tem custos e com Mercúrio retrógrado há mesmo que repensar a lógica do que se pretende.

Anúncios