Estamos a aproximar-nos da Lua Cheia em Balança,  amanhã, e sentimos desde hoje à tarde a dificuldade que até lá se extrema em conciliar o que queremos com o que pode ser acordado.Hoje pela manhã, com a Lua em Virgem,  é ainda possível estar atento aos detalhes, contas e aspectos práticos do que queremos mudar mas, pela tarde a Lua entra em Balança e a inquietação volta-se para os relacionamentos, acordos, tudo o que implique um novo equilíbrio das relações sejam elas pessoais, financeiras ou políticas. Como Vénus regente da Balança está há dias e hoje também conjunta a Urano em Carneiro, a vontade de mandar tudo ao ar é grande mas não pode ser. Uma persistente conjunção de Marte e Saturno em Capricórnio ainda em órbita de quadratura ao Sol em Carneiro – e por isso amanhã em quadratura à Lua Cheia, impede-nos de fazer o que nos apetece porque há regras e limites a cumprir.  Difícil é aceitar essas restrições por isso são dias de tensão entre o que queremos e o  que podemos. Mercúrio retrógrado em Carneiro em trígono ao Nódulo Norte em Leão dá o bom conselho de pensar melhor antes de definirmos posições.

Anúncios