Conservar ou re-investir? Segurar ou transformar? Ter ou partilhar? São opostos que há que avaliar e resolver de preferência com soluções equilibradas, hoje e nos próximos três dias enquanto dura o trânsito de oposição do Sol em Touro a Júpiter em Escorpião. A resposta é hoje difícil de dar e o mais provável é termos tudo na mesa até à Lua Nova de Touro e entrada de Urano em Touro em quadratura a Marte que entrará então em Aquário. Hoje, Vénus que rege o Sol em Touro está em Gémeos em trígono à Lua em Aquário e quadrada a Neptuno em Peixes o que confunde as opções mas permite que contactos de futuro esclarecedores. Marte e Plutão que regem Júpiter em Escorpião estão ambos em Capricórnio, Plutão em trígono  ao Sol também nos próximos dias e Marte em quadratura a Urano mas por enquanto entre Capricórnio e Carneiro. Assim, enquanto as respostas conservadoras são confusas e variadas, a acção de transformação envolve alguma violência ou radicalismo mas vai permitir uma nova estabilidade, terminada a oposição entre o Sol e Júpiter e tornando-se exacto o trígono entre o Sol e Plutão. Em resumo, há que perceber o enorme potencial de benefícios e nova estabilidade que pode advir de opções transformadoras dos valores a que estamos agarrados, dentro dos próximos dias e em preparação da Lua Nova e ingressos de dia 15. A Lua hoje em Aquário faz-nos olhar para o futuro de uma forma menos individualista e isso reduz alguma da tensão com rupturas do status-quo que possa advir dos aspectos de Marte e Urano.  Sem exageros e com cabeça fria poderemos tirar grande partido dos aspectos transformadores desta semana.

 

Anúncios