Há uma nova relação com a autoridade que se tem vindo a desenhar e que desde ontem e nos próximos dias nos leva a fazer opções entre ficar sujeito a estruturas do passado ou a abrir-nos a novas possibilidades, regenerando forças e sentido de identidade. O pano de fundo é uma mudança de valores, seja nos ganhos materiais ou convicções que queremos afirmar aos sete ventos, impondo a nossa marca própria no mundo. Isto não acontece sem conflito entre pessoas, instituições, poderes com Marte em Aquário em quadratura a Urano e Mercúrio em Touro, aspecto que se vai repetir em grau exacto como agora mais duas vezes em finais de Julho/início de Agosto  e na terceira semana de Setembro. Como o Sol em Touro já fez no início da semana/ Lua Nova trígono a Plutão em Capricórnio essa nova ordem de valores já está a ser aplicada e a provocar revoluções na ordem estabelecida. O que se lhe soma agora é a limpeza necessária do passado para que o novo possa ser implementado. A Lua conjunta a Vénus em quincúncio a Plutão mostra-nos as tensões que existem com as diferentes maneiras possíveis de lidarmos com esse processo de transformação. A chave está em identificar o que nos move de forma criativa e afirma-lo sem medo, para que todos nos oiçam, com o Nódulo Norte em Leão em trígono a Quiron em Carneiro, regido pelo Marte em Aquário que faz quadratura a Urano. A tensão tem de ser revelada.

Anúncios