Hoje é mais fácil ver o que nos interessa não só como indivíduos mas como grupo e comunicar essa lógica de forma assertiva e urgente já que o que está em jogo é o fim de uma certa segurança, rotinas, tradições por força de grandes mudanças estruturais. A Lua em Aquário em trígono ao Sol conjunto a Mercúrio em Gémeos dá o mote para esse sentir das preocupações colectivas e a expressão das mesmas de forma inteligente. Em simultâneo, Marte em Aquário oposto ao Nódulo Norte em Leão, obriga-nos a não ficar presos ao grupo mas sim a agir em nome individual pelas causas comuns. Que muita coisa está a mudar e que essas mudanças são difíceis de controlar, não há dúvidas hoje nem nos próximos dias. Vénus em Caranguejo oposto a Plutão em Capricórnio e Urano em Touro em semi-quadratura a Neptuno em Peixes  são sinais claros de que os velhos valores, as tradições, os investimentos seguros estão a ser postos em causa por forças maiores e não se pode ter fantasias nem que tudo fique na mesma nem que esses novos valores não sejam contestados. Está a chegar ao fim o grande trígono de Água entre Vénus, Júpiter e Neptuno que no fim-de-semana ajudou a sonhar com mundos melhores e, ou tivemos sentido prático para construir essa nova realidade,  prontos a deixar o passado para apostar em novos valores ou então, esta oposição de Vénus a Plutão pode traduzir-se em perdas consideráveis.

 

Anúncios