O véu que separa a realidade da fantasia é simbolizado por Neptuno que hoje entra retrógrado em Peixes o que nos vai levar até ao final de Novembro- quando entra novamente directo, – a procurar decifrar interiormente o que chamamos factos e o que são de facto projecções.  Vai ser um tempo de re-interpretação das leituras que fazemos das coisas e que  este arranque é reforçado pela presença da Lua em Virgem oposta a Neptuno em inversão de marcha: os detalhes em que estamos fixados são ou não válidos? Serão os resultados dessa análise que vão permitir corrigir começar a corrigir situações graças ao trígono da Lua a Plutão em Capricórnio, mas como aquela também faz pela noite fora quadratura ao Sol em Gémeos, acabamos por sentir tensão entre o que intuímos ser correcto e o modo como o exprimimos. O cuidado que por isso temos necessariamente de ter com julgamentos e palavras deve ser ainda maior para compensar uma outra tensão que é a de Vénus em Leão conjunta ao Nódulo Norte, oposta a Marte em Aquário e quincúncio a Saturno em  Capricórnio. Com  isto a tendência é para nos afirmarmos orgulhosamente sós apesar do que é preciso fazer em grupo. Até ao solstício no dia 21 mantem-se esta oposição que pede ser contrariada com respostas solidárias em vez do impulso individualista que aliás acaba mesmo por ser reprimido pelo quincúncio que, mais forte por ser a Saturno,  se traduz na constatação de limites e frustrações  que temos de corrigir não com escapismos mas sim com a aceitação de uma nova organização, estrutura, ordem das coisas nas finanças, nas relações, na justiça a ser posta em prática. Um grande trígono de Água entre Mercúrio em Caranguejo, Júpiter em Escorpião e Neptuno retrógrado em Peixes diz-nos para discernimos também o que é fantasia ou projecção nas reformas que quisermos fazer em assuntos do foro doméstico ou nacional. Também é um bom momento para começar a fazer dieta…

Obrigada por todos os votos de boas férias. Foram boas!

Anúncios