Estes dois dias são marcados fortemente pela presença da Lua em Capricórnio e uma série de aspectos que nos vão levar a lidar com a inovação, organização e restruturação da ordem existente, em casa, no trabalho ou mesmo na vida política, numa sucessão de objectivos e respostas práticas que vai acabar por alterar os equilíbrios existentes quando começarmos a focar-nos nos detalhes.

Na terça-feira a Lua activa um grande trígono de Terra que se está a formar entre o Sol -que avança para Virgem- , Saturno ao qual faz conjunção e Urano em Touro. Isto implica pragmatismo e investimento em novos valores a que nos dedicaremos com atenção ao detalhe durante um mês a partir da entrada do  Sol  em Virgem dia 23.

Continuando em Capricórnio, na quarta-feira a Lua faz conjunção a Plutão e sextil a Júpiter em Escorpião e a Neptuno em Peixes que formam entre si um trígono e com isto podemos deixar para trás velhas estruturas financeiras ou estruturais de dependência ou controlo para abraçar projectos de transformação tal como os sonhamos, obras e mudanças, em casa, escritório ou áreas de governabilidade  que têm de evoluir segundo uma lógica revista, agora que Mercúrio entrou directo em Leão e permite avanços de posicionamento.

Temos pela frente uma semana fundamental para prosseguir novos caminhos reflectindo ainda sobre o seu impacto no colectivo e no particular. No dia 28, depois da Lua Cheia, Vénus em Balança fará quadratura a Plutão e Marte entrará directo em Aquário.  Será aqui que se vai ver quem está conosco e quem não está daí a importância de até lá termos o máximo de atenção aos objectivos, métodos e impactos do que nos propomos mudar.

 

 

Anúncios