As energias mudam profundamente de sábado para domingo. Termina um período em que se procuraram acordos e se tratou de questões pendentes, começa um novo ciclo em que esses mesmos acordos se podem tornar fonte de conflitos ou reformulações passionais e em que há que dar novo arranque à organização, sentido prático,  cuidados de saúde e da casa ou trabalho,  com imenso cuidado para evitar confusões.

Sábado é a véspera da Lua Nova em Virgem já que no Domingo depois de fazer,  pela madrugada, conjunção a Mercúrio, a Lua junta-se ao Sol, todos em oposição a Neptuno em Peixes. Estes aspectos apontam nitidamente para a necessidade de um novo olhar crítico sobre o que há a fazer de pragmático, concreto, útil de preferência segundo um ideal mas com toda a atenção para não ir atrás de fantasias ou deixar de fazer o que há a fazer por haver dúvidas. Equilibrar visão e detalhe é fundamental. O trígono, tanto sábado como domingo, entre Mercúrio em Virgem, Urano em Touro e Saturno em Capricórnio  dá a estabilidade necessária para concretizarmos os novos propósitos desde que sejam francamente inovadores!

No entanto, a passagem de Vénus de Balança para Escorpião, de sábado para domingo, distrai-nos da frieza e cálculo necessários para  capitalizar o potencial da Lua Nova em Virgem, acrescentando passionalidade às relações e ao que queremos delas. Isto pode ser vivido como uma contradição entre o foco nos cuidados do corpo, da casa, da, organização geral das coisas e grandes turbulências sentimentais sobre o que partilhamos, no amor, nas finanças, no poder e que queremos controlar, por controlar… Ser capaz de recuar e reflectir sobre o que é que vale mesmo a pena defender é fundamental para não entrar em guerras. No início de Outubro Venus vai entrar retrógrada até meados de Novembro, voltando ainda a Balança por isso vamos ter de dar bastante atenção ao acordos de paz e atitudes de guerra em casa e no mundo, eliminando da equação as considerações e pulmões que nada acrescentam à nossa própria clareza emocional. Um fim de semana para dar lugar ao novo com objectivos claros e revisão do lugar de cada um nas áreas partilhadas. É o ano novo judaico 5779 pelo calendário lunar. Shana Tova!

 

Anúncios