A semana começa com recomendações fortes para seguir regras, respeitar limites e assumir responsabilidades mas isto não quer dizer que estejamos a fazer mais do mesmo. O grande desafio é conseguir fazer qualquer coisa de novo, passionalmente mas sem deixar de cumprir as obrigações e  corresponder às exigências pré-existentes. Com a Lua em Capricórnio, conjunta a Saturno, trígono a Urano em Touro e em sextil a Vénus em Escorpião, o que ambicionarmos alcançar torna-se possível na condição de que o projecto seja o de recuperar, regenerar, fazer do velho novo, dar novo valor ao que previamente existia e como era organizado. Marte em quadratura Urano pode traduzir-se nalgum sentimento de tensão face aos cortes ou opções que há que fazer enquanto persiste o trígono de Mercúrio e Sol em Virgem a Plutão em Capricórnio que nos recomenda atenção ao detalhe, sentido crítico, boa organização e persistência funda. O  mais difícil é saber dizer não a quem não está connosco nos projectos de futuro mas com Marte em Aquário a aproximar-se da oposição ao Nódulo Norte em Leão, essas rupturas vão ser salutarmente inevitáveis.

Desenho de Octavio Medellin

Anúncios