Depois da Lua Nova de ontem em Balança que assinalou o arranque de uma nova etapa nos relacionamentos passamos hoje à acção para definir essa nova ordem ou equilíbrio entre o que damos e o que recebemos e a veemência é tal para definir posições que o conflito parece inevitável. A Lua entra hoje em Escorpião assim como Mercúrio, ambos no ingresso em oposição a Urano em Touro, a que se segue uma quadratura da Lua e Vénus em Escorpião a Marte em Aquário. É difícil não reagir passionalmente… A lógica- Mercúrio, a sensibilidade- Lua, os afectos- Vénus, estão sob a energia de Plutão e Marte regentes do Escorpião que exigem o controlo total das situações, relações pessoais, profissionais, políticas e financeiras  em vez da igualdade de partes que o Sol em Balança preferiria. Ao rubro, com a oposição a Urano em Touro, instinto, mente e coração estão prontos a rupturas já que a quadratura ao Nódulo Norte em Leão e a Marte em Aquário são verdadeiras encruzilhadas que pedem que nos afirmemos individualmente, com toda a força, cortando com os grupos ou colectivo a que estamos ligados. Não há que hesitar no caminho da inovação e individuação, mas há que conter os excessos emocionais que apenas contribuem para dramatizar e polarizar. Júpiter está a um mês de sair do Escorpião – onde tem vindo a trazer à luz do conhecimento as sombras de questões sexuais, desvios financeiros, abusos de poder e quando entrar em Sagitário em Novembro aponta a flecha para uma nova verdade- é para essa clareza que estamos a trabalhar.

Anúncios