É grande a tendência hoje para grandes optimismos, grandes gestos, grandes projectos. Mas tudo o que não for sólido não ficará sem contestação. Júpiter, Mercúrio e Sol estão conjuntos em Sagitário, em trígono, pela manhã, à Lua em Leão e são estes aspectos que amplificam todos os entusiasmos,  dramatismos, desejo de ir mais longe em viagens, aprendizagens, demonstração de saberes.  Mas os planetas em Sagitário fazem também uma semi-quadratura  a Plutão em Capricórnio o que simboliza o bloqueio ou grande dificuldade de concretizar ideias devido a forças maiores que se opõem e que dificilmente ultrapassamos sem revisão dos projectos, em particular pela retrogradação de Mercúrio. Este está também em quadratura a Marte em Peixes o que não só traz discussões como alimenta a confusão de propósitos nessas mesmas discussões. Por isso,  a aposta na razoabilidade e organização a longo prazo é o que mais compensa hoje graças ao sextil de Marte a Saturno em Capricórnio. Podemos ter o Fogo no espírito e o impulso de dominar os palcos e levar tudo por diante mas não pode ser assim…. É preciso fazer o trabalho de casa, a revisão da matéria, planear à distância e ser modesto, atento e persistente no esforço. Nada se resolve já, caminhamos para nova encruzilhada no final da semana e passo a passo, dia a dia, devemo-nos ir preparando para essa tensão que vai envolver o Sol quadrado a Marte, Vénus exacta em oposição a Urano e ambos em quadratura ao Nódulo Norte.

Anúncios