Como chegar a mais pessoas, como entender e comunicar lógicas de futuro, como interpretar os sinais que o mundo dá, como expandir e capitalizar o que apostamos serem investimentos de verdadeiro interesse, cultural, económico ou social, são as preocupações que derivam da entrada hoje de Mercúrio em Aquário, conjunto ao Sol, semi-quadrado a Venus e Jupiter em Sagitário, com a Lua em Virgem, regida também por Mercúrio, num sinal claro de que temos de atender a todos os detalhes para conseguir essa projecção: há que analisar as folhas e saber explicar a floresta. O trígono da Lua a Plutão permite ir mais longe, aprofundar o que tem de mudar e o trígono de Marte a Jupiter e Vénus dá toda a energia para irmos atrás do que defendemos como verdade, agora com menos entraves porque está a acabar a quadratura de Marte a Saturno. Tudo se torna mais fácil porque estamos a ser capazes de propôr terceiras vias, soluções originais, inovadoras, com Mercúrio em Aquário mas não podemos esquecer o seu impacto nas relações já que é isso que nos vai preocupar a partir de amanhã com a entrada da Lua em Balança. Um dia em que pode haver avanços mas em que não podemos ignorar as suas consequências nos equilíbrios das relações pessoais, políticas, financeiras, diplomáticas.