Tudo parece possível mas a cada esquina percebemos que não é bem assim. São muitos os aspectos hoje que estimulam acções corajosas, iniciativas inovadoras, golpes de fortuna e um anunciar ao mundo de que as coisas vão ser diferentes, para melhor..Marte em Carneiro em trígono a Júpiter e a Vénus em Sagitário, um trígono que se aproxima de Vénus para Urano em Carneiro e um trígono pela manha da Lua em Balança para o Sol e Mercúrio em Aquário são os catalisadores de acção, optimismo, irradiação. Mas…uma quadratura de Marte a Saturno e a Plutão em Capricórnio, uma quadratura pela tarde e noite entre a Lua e Saturno e Plutão e outra quadratura entre Mercúrio e Urano bloqueiam muitas das pretensões e entusiasmos como se a força das circunstâncias, de poderes estabelecidos, de sistemas rígidos impedisse o fluir natural do desejo de progredir.  Vamos ter de esperar até à Lua Nova em Aquário dia 4 de Fevereiro para poder semear uma nova realidade colectiva ou como individualmente nos integramos no mundo que nos rodeia.Até lá há que limar arestas, algumas bem difíceis mas possíveis  de amaciar com grande sentido prático e atenção à necessidade de criar novos equilibrios nas relações, nas partilhas de poder, os objectivos que se anunciam e a forma como os pretendemos estruturar. É preciso um programa, para além da vontade de que qualquer coisa extraordinária aconteça. E isso requer o trabalho que Saturno em Capricórnio nos lembra a cada momento que há que realizar, com controlo.