É nesta quarta feira, pelas 10 da noite GMT que o Sol entra em Carneiro, no equinócio de Março, uma forte mudança de estação tanto a Norte como a Sul assim como nas nossas vidas já que recebemos dos Céus um forte empurrão para ir em frente e afirmar novos valores individuais e colectivos. Isto porque Marte, regente do Carneiro se encontra em Touro a exigir os tais novos valores que, como Vénus regente do Touro se encontra em Aquário, têm de ter um impacto colectivo, social e porque o regente de Aquário, Urano está também em Touro implica mesmo uma libertação de amarras antigas e a proclamação de novas liberdades.

Na hora em que o Sol entra em Carneiro, a Lua está ainda em Virgem, em trígono a Marte, o que nos diz que já devemos ter prontos todos pormenores, contas, detalhes necessários para dar o tal salto qualitativo  que o Sol no equinócio exige. Temos assim o dia quase todo para trabalhar os detalhes tendo em vista o que queremos mudar nas estruturas em que estamos inseridos, em casa, no trabalho, políticamente ajudados também pelos trígonos que durante o dia a Lua faz a Saturno e a Plutão em Capricórnio.

Ora nada disto se passa sem consequências ou dúvidas e uma Lua Cheia em Balança, na madrugada de quinta feira vem por o dedo na ferida: estamos ou não a desequilibrar as relações pessoais, financeiras, diplomáticas com a nossa afirmação de novos valores? Já vimos que Vénus que rege a Balança e o Touro está em Aquário o que sublinha como é no colectivo que procuramos as boas relações, mais do que individualmente. O que nos move individualmente com o Sol em Carneiro é a acção e é no grupo que sentimos o impacto: assim, com a Lua Cheia em Balança, oposta ao Sol vamos viver toda a polaridade, contradição, entre que queremos fazer valer de novo e as respostas que recebemos.

O Sol vai estar conjunto a Quíron e é a ferida da inação que queremos resolver, sentindo no entanto na pele os custos de ultrapassarmos essa dor antiga . Mas vamos ter de de estar preparados para o custo das nossas acções já que a Lua vai de seguida fazer quadratura a Saturno e Plutão em Capricórnio numa tensãogrande que obriga a rever relações acordos e alianças- um Brexit de alta tensão, como já se sabe pelos jornais…