Daqui até à Lua Nova em Touro, no próximo domingo, o que há a fazer é pôr termo a sistemas de organização caducos, arrumar assuntos, reformular estruturas de apoio, largar amarras, métodos e poderes que já não nos trazem satisfação nem futuro. O Nódulo Lunar Norte só no Domingo se afasta da oposição a Saturno em Capricórnio e a Lua Nova em Touro será o tempo de lançar as bases seguras de uma nova realidade física, material, que nos dê venha a dar um novo sentido à segurança emocional ou de qualquer outra natureza.

Até domingo vamos por isso sentir tanta mais frustração quanto mais estivermos agarrados a padrões antigos de comportamento e de segurança. Hoje e amanhã, com Mercúrio quadrado a Plutão, vamos querer não deixar pedra por virar e ir ao fundo das questões porque tendemos a suspeitar de tudo e de todos, mas isso faz-nos falar demais com o sextil de Mercúrio a Marte e as disputas são inevitáveis com o aspecto da quadratura, o todo exacerbado por um trígono de Mercúrio a Júpiter. Não é definitivamente um bom dia para negociar mas é um dia para com honestidade e persistência prepararmos um terreno mais sólido em que nos sintamos mais apoiado quando o Sol na próxima semana, depois da Lua Nova, fizer a partir do Touro trígono a Saturno e a Plutão.