Queremos a paz mas não está fácil e nada parece acontecer como previsto ou desejado. Esta segunda-feira é o primeiro dia de Mercúrio retrógrado – assim vai estar até ao início de Agosto- e não só está retrógrado em Leão como está conjunto a Marte e quadrado a Urano em Touro, num acréscimo de tensão que acarreta imprevistos, a necessidade de escolher bem as palavras e de rever o que queremos. Mercúrio e Marte estão também em trígono a Quiron em Carneiro o que nos leva a uma lógica de acção que sirva o propósito de colmatar carências ou feridas causadas por incapacidades passadas de por  assuntos em marcha. No entanto é preciso agora repensar se os ímpetos fazem sentido e Mercúrio retrogrado força as correcções de rumo.  Neste quadro de revisão de palavras e actos, tanto hoje como amanhã são dias decisivos para estabelecermos o que é de facto importante garantir para o futuro que nos dê segurança emocional, domestica, nacional. Estamos a largar velhas amarras, limitações e responsabilidades e a refazer o “ninho” para que sirva melhor tanto hoje como nos amanhãs. O Sol em Caranguejo está conjunto até quarta feira ao Nódulo Norte, opostos ao Nódulo Sul e a Saturno em Capricórnio, em vésperas de , no final da próxima semana e opor a Plutão, num golpe de força que induza uma aceleração das transformações em curso. A Lua em Balança, regida por Vénus em trânsito no Caranguejo, numa recepção mútua, diz-nos qu,e para negociar em paz todos temos de ter o mesmo empenho na  segurança e regras justas de funcionamento e que o primeiro passo tem de ser o apaziguamento interior.