É de madrugada que, da sombra da Lua Nova, começamos a ver a luz do novo ciclo de afirmação pessoal que se abre hoje com a conjunção da Lua ao Sol em Leão, depois de passar por Vénus e horas antes de fazer trígono a Júpiter e conjunção a Marte. É o Fogo das iniciativas pessoais, amorosas, criativas, que expandam a consciência e a vontade que se acende neste arranque do ciclo lunar do Leão, com uma marca muito clara: não só temos de entrar num novo capítulo como este tem de ser bem diferente dos anteriores e reflectir novos valores pessoais e colectivos, já que a Lua e o Sol estão em quadratura a Urano em Touro.

No início da semana o Sol fez a sua quadratura exacta a Urano, hoje segue-se a Lua nesse aspecto de quadratura e de seguida, no fim-de-semana, vai ser Vénus a completar esta sequência que ilustra a necessidade de ser e fazer diferente, com a vontade, com as emoções e com o coração- e o que não for a bem vai acabar por nos surpreender e teremos mesmo que nos ajustar a novos paradigmas. Como todos estes aspectos difíceis a Urano se reflectem em simultaneo em trígonos a Quiron em Carneiro, temos estímulo para ter iniciativas diferentes do habitual e encontrar novas soluções para velhos problemas. Acima de tudo não há que ficar quieto: Mercúrio está directo, em Caranguejo, e por isso todos os contactos ou sementes que semearmos para o bem da casa, da familia, da nossa própria segurança emocional, tem todas as hipóteses de vir a ser bem sucedidos. É de aproveitar o empurrão da Lua Nova para apostarmos num novo ciclo de realização pessoal, emocional e em casa.