Expansão ou contração, controlo ou ilusão, paixão ou contenção são as polaridades desta quarta feira em que, por um lado, o Sol e Vénus conjuntos em Leão fazem trígono a Júpiter em Sagitário- tornando tudo possível porque a auto-estima é grande – mas em que, por outro lado, um quincúncio do Sol e da Vénus a Saturno em Capricórnio levanta grandes tensões entre os desejos do Ego e os limites e restrições que se impõem para que haja ordem, normas. A Lua em Escorpião em trígono ao Nódulo Norte em Caranguejo impõe-se como instigadora do impulso de controlar tudo, todos e todas as situações que possam ameaçar a segurança emocional que estamos a tentar construir, intimamente ou em casa ou família.  O sextil da Lua a Saturno e trígono a Neptuno em Peixes diz-nos também que teremos oportunidades de com razoabilidade tornar o sonho realidade. Assim, entre a facilidade com que tudo pode acontecer e nos podemos projectar no futuro – abrindo novos horizontes para a nossa pessoa – e as dificuldades que surgem quando nos esticamos ou vamos longe de mais, ao que se junta a intensidade escorpiónica com que nos empenhamos em dominar o processo,  existe um caminho possível que é da busca de crescimento pessoal através  do domínio de nós próprios. Isto não tem que ser saturninamente maçador. Pode de facto ser uma via de expansão imensa inspirada e inspiradora.