Neste fim-de-semana, a casa, a família, a nação, a segurança emocional é onde nos focamos, apostados em encontrar novas fórmulas para nos organizarmos, com novas bases de equilíbrio, mesmo que difíceis de atingir dada a intensidade da discussão e passionalidade dos sentimentos envolvidos. É assim um fim-de-semana altamente emocional em que temos de debater a fundo o que tem de mudar, com Mercúrio em Escorpião em sextil a Plutão em Capricórnio e a Lua em Caranguejo quadrada a Marte, conjunta ao Nódulo Norte e trígono a Vénus em Escorpião e a Neptuno em Peixes. São estes trânsitos em signos de Água que alimentam as respostas emocionais mas apesar dos conflitos derivados das quadraturas da Lua a Marte e a Quiron, temos oportunidade de encontrar a terceira via, a inovação que permite progresso, com sextis da Lua a Urano em Touro e de Vénus a Saturno em Capricórnio.

A conjunção, domingo de manhã, da Lua ao Nódulo Norte dá-nos um vislumbre do que desejamos atingir e que somos capazes de defender com paixão, graças ao trígono a Vénus em Escorpião. Nada se faz sozinho e os equilibrios de poder estão em fase crítica de revisão depois da quadratura do Sol em Balança a Plutão em Capricórnio no início da semana e antes que o Sol entre em Escorpião no arranque da próxima semana em Lua Nova, o início de um ciclo lunar e solar de regeneração e de controlo do que realmente nos interessa.