Orgulho e dramatismo só servem hoje para alienar parceiros e tornar ainda mais difícil de satisfazer a necessidade de amor ou compreensão. O dia traz essas tensões porque a Lua está em Leão – o que impele ao egocentrismo- e faz sextil a Marte em Balança e quadratura a Vénus e posteriormente a Mercúrio em Escorpião. O sextil a Marte traz a possibilidade de cortar relações e as quadraturas a Vénus e Mercúrio implicam insatisfação dos anseios de empatia e comunicação. Não devemos agir assim sem reflexão, institvamente porque estamos numa encruzilhada muito relevante para o próximo ciclo lunar da Lua Nova de 28 e para o que queremos criar como bases de segurança emocional doméstica ou nacional para o futuro. É que Marte em Balança faz hoje quadratura exacta aos Nódulos Norte e Sul, em Caranguejo e Capricórnio, a caminho de uma quadratura a Saturno,  o que implica que não há escolha para o futuro -nem libertação de uma ordem passada -sem crise de relacionamentos. Vamos ter de nos aliar, reunir, re-agrupar , definir novos acordos de funcionamento ou regras de parcerias e são essas escolhas hoje, enquanto o Sol ainda está em Balança que nos vão levar na Lua Nova de Escorpião a estabelecer as bases de novas relações de poder- com Vénus e Mercúrio em Escorpião, o difícil é não irmos atrás de emoções ou uma lógica passional…