Segunda, 26/10/20- Preparar a Lua Cheia de domingo 31

Vamos a caminho, já desde esta segunda-feira, da Lua Cheia, no próximo domingo, uma Lua Cheia no signo de Touro, conjunta a Urano, oposta ao Sol em Escorpião. Temos por isso pela frente uma série de dias em que vai subindo a tensão entre o controlo que temos das situações e o que estas nos podem surpreender, exigindo novos valores e meios para articular a tensão.

Trata-se de uma polaridade difícil de ultrapassar porque a Lua ao fazer conjunção a Urano em Touro no próximo domingo traz instabilidade, rupturas, surpresas, comportamento errático ou condições inesperadas enquanto o Sol em Escorpião se lhe opõe com exigência de domínio dos dados e situações. Face a este cenário, como nos podemos preparar?

Podemos começar hoje, pela manhã, com a Lua em Peixes em sextil a Urano, por explorar que novas possibilidades, valores, podemos vir a adoptar e que se articulem de forma menos crispada com o Sol em Escorpião ao qual a Lua também faz um trígono. Abraçar noções do que é universal, nos transcende, sentir empatia e ignorar as tentações do ego são avanços nesse processo que nos vai facilitar encarar os extremos do próximo fim de semana. Marte retrógrado em Carneiro é mais um sinal de que temos de rever vontades assim como a semi-quadratura da Lua a Plutão, sendo Marte e Plutão os regentes do Escorpião onde se encontra o Sol. A Lua fica em Peixes até quarta feira, em aspectos sucessivos que podem suavizar instintos que serão testados com a Lua em Carneiro de quarta a sábado até ao balanço de forças na Lua Cheia em Touro no domingo.

Aproveitemos estes dias de Lua em Peixes para nos vermos como parte de um todo, sermos esponjas do que nos rodeia e com isso desenvolver tolerância e respeito – o ego tem de ficar de fora…não porque escapamos para estados alterados de consciência mas porque atingimos uma nova consciência que nos permite escapar ao desejo de controlo ou vontade cega do Sol em Escorpião.

A Lua Cheia de domingo próximo vai ser a segunda Lua Cheia de Outubro, uma ” Lua Azul”, “Blue Moon”, eventos raros na arquitectura dos calendários mas que são sempre, por serem Luas Cheias, tempos de tensão energética máxima, grandes marés de emoções que têm de ser libertadas. Nesta próxima Lua Cheia essa pulsão de “libertação” será ainda maior porque a Lua faz conjunção a Urano. Podemos começar já a não resistir..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: