É tudo muito pessoal…e intenso…

O que vamos fazer de novo? O que parece estar a acabar? E porque custa tanto? Onde estão as garantias? que vamos ter de largar? Tudo parece estar em aberto mas é a nível pessoal que há que ter iniciativas e responsabilidades.

A semana começa com uma Lua Nova conjunta ao Sol em Carneiro, signo onde também estão Quíron, Mercúrio e Vénus, esta em quadratura a Plutão em Capricórnio. O Carneiro simboliza o início do ciclo astral anual e uma Lua nova o início de um ciclo lunar. É assim um duplo começo que está nas nossas mãos com a dupla responsabilidade de satisfazer a energia vital e as emoções com gestos ou tomadas de posição que nos tirem da estagnação dos últimos tempos. Marte que rege o Carneiro está em Gémeos e será assim na área dos contactos, das comunicações, das trocas comerciais, pequenas viagens ou aprendizagens que vamos exercer o querer e o poder em movimento em direcção ao futuro.

Nada disto se passa sem alguma turbulência. Vénus está em quadratura a Plutão em Capricórnio e os nossos desejos chocam com as forças maiores que lenta mas profundamente estão a transformar as estruturas de vida em que estamos inseridos, a organização da sociedade, o sistema de partilha de bens e poderes que nos gere. Nem tudo o que queremos vai poder ser… primeiro medimos as forças do desejo com Vénus quadrada a Plutão na Lua Nova para de seguida, na terça feira, termos de começar a ajustar, – ao longo de toda a semana,- o sentido de identidade com o Sol quadrado a Plutão enquanto a Lua em conjunção a Urano em Touro nos surpreende e incentiva a aceitar mudanças de valores- ganhar ou perder vai depender de abrir mão ou resistir…

Tudo mais calmo na quarta feira com a Lua já em trigono a Plutão e que nos abre a caminho para procurar várias opções com a Lua em Gémeos quinta, sexta e sábado. Nestes três dias, com Vénus já em Touro, procuramos a resposta certa para estabilizar valores e encontrar soluções seguras, principalmente com a conjunção da Lua ao Nódulo Norte em que intuimos o que deve ser o futuro. No entanto a instabilidade não desaparece tão depressa já que Vénus se aproxima rapidamente de Urano e lhe seguirá o Sol e Mercúrio. Surpreendemos ou somos surpreendidos, queremos inovar, seja por zoom seja na prática haverá radicalizações inesperadas.

Em conjunção a Marte no Sábado, a Lua faz também trígono a Júpiter em Aquário … Estamos prontos para partir, passear, comunicar, porque queremos o que é novo e até podemos pensar que o velho não nos faz falta… Mas atenção, no domingo a Lua entra em Caranguejo e o familiar, íntimo, doméstico, tradicional é o que instintivamente procuramos para compensar os sobressaltos da semana. Mas os Ceus não param e a seguir à pausa de domingo proximo, a agitação e necessidade de ajustamento continua. São todos os planetas pessoais que chocam com os planetas lentos, o que é individual que se confronta com as forças do colectivo. Bem gerir, pragmaticamente, o nosso poder de encaixe e de mudança é a chave destas semanas intensas.

Semana de 11 a 17 de Abril 2021- Rosita Iguana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: