Mas que dia e noite intensas! É tempo de viragens,começos, determinação, mudança nas bases a quês nos agarrávamos. Tudo o que era sombra tem estado a vir à luz e é o momento de escolher como queremos viver, em casa, em família, como país, e individualmente com que suportes emocionais nos sustentamos. Nada disto se passa sem enormes tensões, trabalho, ansiedade ou fúria que é preciso entender e dominar para não desperdiçarmos energias e alianças fundamentais para as próximas etapas. Uma enorme concentração de planetas em Caranguejo- Mercúrio, Marte e Sol e Lua em Lua Nova na madrugada de quinta feira mostram que o que temos de debater, onde temos de tomar decisões, onde receamos as consequências e o que queremos garantir, tudo tem a ver com o foro intimo, familiar, nacional, simbolizados pelo Caranguejo e pela Lua. As tensões vêm da oposição a Plutão em Capricórnio de Mercúrio, Marte e da Lua. A Lua tem um movimento rápido e faz ainda quadratura a Urano antes de se unir em Lua Nova ao Sol. Resultado- os toques de Marte e Mercúrio a Plutão intensificam disputas, exigem aprofundamento das questões e podem inverter situações drásticamente já o desejo de poder toma conta de tudo e de todos. A Lua em oposição a Plutão primeiro e quadratura a Urano a seguir põe fim a ligações caducas, de forma também tumultuosa e a sua junção ao Sol já nas primeiras horas de quinta-feira marca o início do novo ciclo lunar em que soluções criativas e estabilização nas relações e finanças são privilegiadas já que a Lua avança para um sextil a Vénus e Júpiter em Leão e um trígono a Saturno em Escorpião. Com Mercúrio conjunto a Marte em Caranguejo, apesar da tendência para evitar frontalidades há que ser honesto e reconhecer em nós próprios o que é essencial, quais as raízes do bem estar e são essas que temos de defender- os bons resultados vão depender da honestidade dessa postura.

A tela é de Maccari pintor italiano, século XIX representa Cícero a denunciar Catilina

astro_w2gw_66_carta_do_dia.63067.30017

Maccari-Cicero