É grande a tensão do dia já que aspiramos a ordem e estabilidade, ambicionamos o controlo das situações e das estruturas de que dependemos mas nada parecer ser suficientemente sólido. O resultado é que quando mais quisermos dominar as situações mais difícil vai ser aceitar a sua volatilidade. A Lua está hoje em Capricórnio a fazer conjunção a Plutão e quadratura a Urano, activando a insegurança que sentimos face ás crises de transformação em curso. Com o Sol em Escorpião em biquintil a Urano em Carneiro temos mais um sinal de que seremos surpreendidos com eventos e reações que vão afectar a forma como tentamos dominar os processos. Vénus e Marte em Balança que avançam – tal como a Lua hoje – para a activação da quadratura de Urano a Plutão mostram como, apesar da vontade de harmonia, temos de defender a nossa identidade e isso não vai ser fácil. Realismo, pragmatismo, definição de objectivos de expansão a longo prazo têm de ser os únicos motores das acções com Saturno e Sagitário em quadratura a Neptuno em Peixes, um aspecto que toda a próxima semana será determinante para limitar sonhos, fantasias, ideologias , travar delírios místicos ou, pela positiva, para aprender, pelas dificuldades encontradas, a dar corpo à imaginação, saber organizar a criatividade etc..

A tela é de Edvard Munch

astro_w2gw_28_carta_do_dia.61964.35925

death-in-the-sickroom-edvard-munch

Anúncios