A entrada de Vénus hoje em Escorpião abre as portas para um tempo de maior intensidade nas relações em que o desejo de controlo, o valor ou custos da interdependência, o amor por ir ao fundo da partilha, seja ela física, emocional, financeira, ligada a questões de poder ou de transcendência é o que nos faz sentir vivos – ou mata de desejo. Vénus fica em Escorpião até ao último dia do ano, enquanto Marte que rege o Escorpião transita a Balança todo o resto de Dezembro, estando assim ambos em recepção mútua. Significa isto que temos nas relações a dois ou de qualquer natureza a pulsão de afirmar o desejo até às últimas consequências- nada pode ser superficial, leviano, ligeiro, simples, pacífico- tudo tem de vir das entranhas ou dos Céus e não há lugar para sentimentos que não sejam fundamentais. Neste estado emocional, de vida e morte, guerra e paz, ao longo do mês, as posições da Lua vão acentuando ou permitindo algum alívio ao sentir. Este sábado, com a Lua nos primeiros 12 graus da Balança, percebemos que no meio de tanta intensidade, seria bom encontrar um equilíbrio nas relações mas só temos uma saída, a de nos concentrarmos em questões práticas, resultados detalhados, trabalho, saúde, serviço, exprimindo assim o que pensamos que é a ideia certa de futuro. Júpiter e Nódulo Norte em Virgem em recessão com Mercúrio em Sagitário onde também está o Sol e Saturno são a base de ordem, bom senso, planeamento a que nos devemos agarrar. Não é trabalhar para esquecer, é trabalhar para arrumar assuntos, sem fantasias já que a quadratura de Saturno a Neptuno não permite….

astro_w2gw_28_carta_do_dia.66453.6303

04

 

Anúncios