Estamos a poder orientar as coisas no sentido que julgamos mais correcto, como acreditamos, mesmo que não seja de uma forma convencional, hoje com um trígono do Sol em Sagitário a Urano em Carneiro. Depois dos confrontos dos últimos dias, resta hoje provar que o caminho que as coisas estão a levar é do interesse geral e pode ser tratado de forma pragmática- o difícil é explicar isso, com Mercúrio em Sagitário, quadrado ao Nódulo Norte em Virgem e Júpiter regente do Sagitário, também em Virgem. A Lua tal como ontem está em Escorpião assim como Vénus o que aumenta a intensidade do desejo e dos sentimentos, enquanto que tal como ontem também, Marte em Balança está em oposição a Vénus, arrastando conflitos em que há de mostrar de que lado estamos, o que pretendemos individualmente das relações, que acordos temos de quebrar, que novas alianças se têm de forjar, mesmo que pela força. O Sol quadrado a Quíron em Peixes lembra-nos que há feridas fundas de rejeição que estão a ser tocadas por toda esta dinâmica e que é preciso sarar de forma sistemática e detalhada já que Júpiter regente de ambos está em Virgem.

São esboços de John Sargent Singer, século XIX, para a tela Quíron e Aquiles

JohnSingerSargentChironAndAchilles

astro_2gw_28_carta_do_dia_hp.38225.50563

Anúncios