A estabilidade emocional está hoje ameaçada por notícias, revelações, reviravoltas na lógica de dívidas, encargos ou interdependências de toda a natureza que estruturalmente façam parte da nossa vida. Podem ser assuntos do passado que vêm à tona com consequências imprevisíveis, podem ser surpresas que abalam a estabilidade com que queríamos poder contar. De um lado está a nossa carência, de outro informações e circunstâncias que tudo põe em causa,  com a Lua em Caranguejo oposta a Mercúrio retrogrado conjunto a Plutão em Capricórnio.  Como Urano em Carneiro está quadrado a Plutão, também a Lua faz quadratura a Urano o que implica mudanças de planos, de rumo, golpes inesperados e iniciativas pouco usuais. Tudo isto contribui para o sentimento de fragilidade, a menos que sejamos nós próprios a tomar as rédeas do processo e, sem hesitar, largarmos o passado, abrindo as portas de mudança, com o apoio do trígono da Lua a Marte em Escorpião e a Neptuno e ao Quíron em Peixes. De facto, quanto menos resistência e mais iniciativa, melhor, desde que façamos todo o trabalho de fundo com Jupiter e Nódulo Norte em Virgem e procuremos soluções originais que a todos beneficiem com o Sol  recém entrado em Aquário e Urano seu regente em trígono a Saturno em Sagitário a pedir o respeito de regras e princípios no imediato e a longo prazo.

A colagem é do americano Richard Hamilton:  “Just What Is It That Makes Today’s Home So Different, So Appealing?”(Kunsthalle Museum, Tübingen, Germany)

astro_w2gw_28_carta_do_dia.59814.57450
maxresdefault

 

 

Anúncios