Se ontem abrimos mão de qualquer coisa ou iniciámos um novo ciclo com outras bases de segurança, hoje vamos ser capazes de pôr as mudanças em marcha graças ao trígono da Lua ainda em Caranguejo a Marte em Escorpião e aos seus sextis a Júpiter em Virgem. Há que fazer caminho com novos princípios, regras e definição de dependências, – devido à activação pela Lua ontem da quadratura de Urano a Plutão e aos aspecto de Saturno em Sagitário.  Com Mercúrio e Vénus em Aquário procuramos ecos no exterior e o apreço colectivo mas só no fim de semana, quando a Lua entrar em Leão é que somos confrontados com a divergência entre o que desejamos ser e o que há que dizer e demonstrar para ter apoio externo. O Sol em Peixes a aproximar-se de Neptuno suaviza as exigências do ego mas pode também tornar-nos demasiado vagos na expressão do que de facto se pretende. Mesmo assim, há garantias de que é possível não perder a perspectiva crítica e prática das coisas, enquanto Júpiter e o Nódulo Norte estiverem em Virgem. É dia para deitar mãos à obra, com sentido de dever e serviço.

A fotografia é de Paul Strand, , (1890 –1976).  “Riverside drive at 83rd str New York”.

astro_w2gw_28_carta_do_dia.63875.30117

paul strand riverside drive at 83rd st., new york, 1914

Anúncios